sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Saccy

Foto de Carla Valverde

Minha querida Saccy*
Desculpa manter-te tanto tempo fechada em casa com um quintal tão bonito para tu passeares mas tem estado tanto frio e chuva que te temos deixado no quentinho da nossa casa.
Eu sei que tu és tão nova e arisca e que gostas de dar os teus passeios á tua vontade.
Quando quiseres regressar, a tua caminha está no mesmo sítio, o portão está aberto e as luzes acesas na esperança de que te possam orientar se estiveres muito perdida.
Estamos aqui á tua espera, cheios de saudades e prontos para te abraçar.
A casa está vazia sem ti. Iríamos ao fim do mundo para te ir buscar.
"Nunca fales no mal, este pode bater-te á porta."
Parece-me que fui atropelada por um camião, o meu coração está do tamanho de uma migalha.



2 comentários:

Solange Honorato disse...

Oi Carla, chorei quando li este texto. Fiquei pensando o quanto você deve estar triste... Tenho cinco cachorros e não imagino minha vida sem eles. Eu amo estas criaturinhas de todo o meu coração. Vou ficar torcendo para que Saccy volte para casa o mais breve possível. Bjs

karura disse...

Solange. Até agora ainda não a encontramos. Não fazemos mais nada senão colar cartazes e perguntar ás pessoas. É desesperante. Bjs e obrigada pelo seu apoio.